Bem vindo ao EvRec

Fã Clube Evanescence Recife

Nova Campanha: Evanescence no Recife 2016

Participe agora da campanha no Facebook!

E a banda de abertura?

Confira nossa lista de sugestões de bandas para abrir o show do Evanescence em Recife!

Faça parte desta família!

Inscreva-se no Fã Clube mais querido do Brasil!

Tour Evanescence no Brasil em 2012

Crystiano Pequeno relembra como foi a tour da banda em 2012.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

EvRec TOUR 2012 - FORTALEZA #Parte 6/6

Amy ainda agitava a bandeira de Pernambuco com Will fazendo todos gritarem e aplaudirem. Nosso sonho se tornou real, família EvRec. Todos ali felizes, trocando abraços, tirando fotos e cada um narrando os melhores momentos do show. Eu e Regina pegamos um táxi e fomos pra minha casa. Depois do banho eu estava sentindo fortes dores no corpo e com o rosto quente por ter ficado exposto ao sol durante esses dias. Ri muito quando vi Regina tirando as sandálias, os calos que se formaram nos dedos e o bronze no peito do pé.


Passei o feriado de Nossa Senhora Aparecida em repouso absoluto, só saia da cama para ir na cozinha/banheiro, afinal precisava recuperar as energias para o último show do Ev no Brasil, Fortaleza. Acordei às 5h:30min, já tinha deixado tudo pronto para não perder tempo conferindo e procurando. Como seria um bate-volta só levei o indispensável comigo: dinheiro, documentos, voucher, celular e a bandeira de Pernambuco. O voo estava previsto para 8h:10min e Fábio já me liga de 6h:20min avisando que já estava no aeroporto, eu ainda iria sair de casa e cheguei às 7h:20min. Foi um voo tranquilo e rápido, apenas uma hora. Ao desembarcar em Fortaleza a primeira coisa que fomos fazer foi pegar um ônibus para a rodoviária onde Barros iria trocar o voucher pela passagem e escolher o assento. Depois fomos de táxi até o local do show trocar nossos vouchers por ingressos e as fichas para as bebidas. O taxista começou a fazer uma “mini excursão” falando os nomes dos lugares como o Banco Central do Brasil (onde foi gravado um filme contando sobre o assalto que fizeram) e os pontos turísticos. Já na fila de troca encontramos Raphael, Vanessa, Daiane, Sara, Larissa e Letícia \o/ Quando saímos de lá, já eram quase meio dia e fomos almoçar no Tempero Cearense. Depois do almoço me bateu um sono e fiquei cochilando ali mesmo, enquanto Fábio navegava na net pelo cell. Barros até tirou uma foto desse momento (hahaha).


 – Crys? Acorda!!! Vamos pra fila...Oi? Sim, vamos! - Na volta paramos numa loja de artesanato e Binho comprou umas lembrancinhas. Já em frente da entrada do Ceará Music Burn Frontstage encontramos o pessoal do Fã Clube EvFor (Bruno, Filipe, Valéria, Jonas) e os Guerreiros. O sol estava intenso e ficamos do outro lado da rua foi quando finalmente conheci, pessoalmente, Marcelo *-*


Já estava anoitecendo quando finalmente começamos a entrar. Dessa vez eu não quis ficar na grade até estava bebendo whisky (haha), queria ter outra visão do show do Evanescence, queria pular sem estar num aperto e calor (haha). Fabio conseguiu logo fazer amizade com o barman e ele ficou vendendo 2 Burns por R$10 o/ Sei que no terceiro copo já estava “beeem animado” mesmo ouvindo as músicas de Agridoce.


Lembro que conversei com uma portuguesa que me pediu para tirar uma foto dela durante o show do Simple Plan e falei da minha amiga Regina que é apaixonada pelo Simple Plan, Pierre... e da minha loucura em ir aos quatro shows do Ev. Aí ela disse que eu era mais louco do que ela e respondi que ao menos não fui para outro país e rimos muito. Depois do SP quem subiu ao palco foi o pessoal do Rappa e só lembrava da minha Amiga Paula que é apaixonada por Falcão (rsrs). Lembra que disse que queria ver o show do Evans mais solto? A vontade? Então, Eu e Fabio estávamos quase na grade Kkkkkk!!! Tentei curtir cada música que a banda tocava como se fosse a última e já sabendo que o próximo show que eu iria do Evans iria demorar quem sabe uns 5 anos, isso se eles voltarem (drama).


Assim que o Evanescence terminou o show Eu e Fabio fomos tratar de gastar todas as fichas bebendo e resolvemos dá um giro pelo Marina Park quando já estava na metade do show do The Used. Ficamos na tenda eletrônica, estava bombando \o/ meus pés estavam bombando também e resolvi descansar um pouco e foi batendo a fadiga. Espera aí? Vamos curtir o restinho do tempo que temos aqui e vamos dançar *_* Ficamos lá até umas 4h:30min foi quando estava começando o último show do Ceara Music, Biquíni Cavadão. Pegamos um táxi, deixei Fábio na rodoviária – Boa viagem Fábio - e segui para o aeroporto. Meu voou saia às 6h:30min. Quando fiz o check-in escolhi ficar no fundão do avião. Na hora de passar no detector de metal fui barrado, pediram para tirar tudo que estava no bolso, mas não estava com nada e apitou outra vez – Senhor? Deve ser os sapatos, pode tirar por favor? – Olhei incrédulo e tirei os sapatos e a máquina não alarmou. Vai eu descalço morrendo de sono procurar uma cadeira para colocar os sapatos. Cochilando por 20 minutos, cochilando por mais 6 minutos, cochilando por... – chamando o pessoal para embarque – Senhor? Você não vai?Sim! Credo! eu vou... não acredito que iria perder o voo. Só voltei a acordar quando cheguei em Recife, isso porque pedi para uma moça que estava ao meu lado me acordar, ela foi tão gentil que ainda me entregou o “café da manhã” que a TAM oferece. Peguei um taxi e vim ouvindo “End of The Dream” e foi passando um filme na minha cabeça de todos os shows, dos melhores momentos até o motorista perguntar se eu estava passando mal (risos). Enxuguei as lágrimas e disse que estava muito feliz, cansado, mas feliz.


AGORA ESPERO VIVER TUDO NOVAMENTE COM VOCÊS.
Participem do evento, AQUI!!!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

EvRec TOUR 2012 - RECIFE #Parte 4/6

Do Hotel Transamérica fomos (Eu e Gina) dormir na casa de Anninha, mas antes ficamos conversando até tarde e bebendo de tudo mais um pouco (risos), vinho do porto, cerveja importada, espumante... Subimos na casinha de madeira dos sobrinhos de Anna (kkkk) e imaginamos se acontecesse algo grave como iríamos sair dali... Correndo? Fomos espiar quem estava gritando na rua (kkkk) e no quarto joguei um urso enorme em cima de Gina - me tira daqui... ajuda. Contudo, o ápice foi ouvir Regina cantando “Bring Me To Life” e “My Heart Is Broken” com soluço, ouça AQUI. Rimos muuuuito! Agora chega de brincadeiras que o dia será longo. Acordamos um pouco tarde e fomos logo tomando banho e café. Anninha cuidou de fazer a maquiagem de Gina já pensando na entrevista da Globo (risos). Já no Transamérica alguns amigos já estavam lá aguardando o pessoal da banda aparecer. Ficamos ali conversando, chupando picolé, olhando pro hotel até ver Amy na varanda dando tchau e todos pirando na dúvida: É ela? Não é? É ela! Alguns minutos depois Beth enrolada numa canga indo a praia passa por nós e fala - Hi, Guys?! – e todos responderam num coro e num suspiro bem romântico – Hiiiiii! *_* Rimos muito dessa cena depois.


Já estava perto do meio dia quando avisamos a todos na net o local da entrevista com a Globo e ficou claro que seria no mesmo lugar onde a banda estava mesmo sem “citar”.


Nesse tempinho Raul ainda tenta ser o penetra e “invade” o hotel para tentar ver alguém do Ev e ele avista o Terry sentado e nada de Amy. Levei um susto quando falam - Tim tá descendo, ele tá vindo... Calma gente! Fiquem quietos! (risos). Ele passou por Regina e as meninas até que Ionaly pede para tirar uma foto e os EvFãs vão pra cima. Fotos e mais fotos até deixar o adorável Tim continuar a sua caminhada a praia tranquilo. 





Aos poucos foi chegando mais EvFãs até a produção da Rede Globo chegar. Eles entrevistaram: Phelipe que falou da aparição da Amy na janela, Regina que contou quem viu/falou, Noélia narrou a sua viagem até Recife (Afinal, qual paradeiro dela? Tadinha) e Eu estava falando sobre “as músicas da banda” quando o Tim retorna da praia e faço – espera aí, depois eu continuo e sim, este é um integrante da banda, Tim, baixista. A repórter não era boa no inglês e Anninha foi a tradutora. Como de costume paguei um micão quando eu perguntei ao Tim se eles tocariam outra música nova além da dissapear? Mas eu falei algo como “zapier” ou coisa parecida e Tim arregalou os olhos – Aaaahhhh? Kkkkkkkkk!!! Mais fotos e Anninha foi pro carro da globo traduzir tudo que Tim falou na entrevista. 







Ficamos até tarde esperando Amy, Terry, Troy e Will descerem. Para um carro e uma garota coloca a cabeça pra fora gritando – ELA ESTÁ LÁ... DO OUTRO LADO, AMY LEE, EU ACABEI DE VER, ELA ESTÁ SAINDO POR TRÁS, ESTA LÁ. E foi embora. Olhamos um para o outro sem acreditar até que Eu, Gina, Anninha e Felipe com a ajuda de uma fã que estava no condomínio que fica ao lado do hotel e dava acesso a rua de trás. Saímos correndo no condomínio e quando chegamos do outro lado, nada de Amy Lee. Perguntamos a uma senhora que estava varrendo na frente de sua casa e a mesma confirmou ter visto uma mulher branca, cabelos grandes e pretos, vestido azul e preto, ou seja, confirmou. Todo esse tempo Amy estava saindo por trás do hotel e todos lá na frente esperando (outra trolada, hoje consigo rir só em lembrar, mas no dia fiquei muito arretado). Já eram mais de 18h, super cansado, um dia antes do grande show, ainda iria na casa de Gina para ela pegar as coisas dela e ir lá pra casa. Precisávamos descansar, pois iriamos acordar muito cedo para chegar no Chevrolet Hall, às 5h. Mais tarde daquele mesmo dia ficamos sabendo que Amy mandou autógrafos por um funcionário do hotel e uma mensagem para todos irem pra casa descansar pro show de amanhã.

[CONTINUA]

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

EvRec TOUR 2012 - RECIFE #Parte 3/6

Já em casa (08/10) só queria saber de minha cama por mais que eu desejasse estar na frente do PC para compartilhar o quanto foram maravilhosos os shows do Ev no Rio e Sampa. Dormi a maior parte do dia e a noite ainda fui pra facul fazer uma prova. Pois é, consegui liberação de 10 dias na empresa, porém estava em período de provas (risos). No dia seguinte (09/10/12) foi o momento mais aguardado/sonhado desde 2003 a banda Evanescence estaria em solo pernambucano. Os EvRecos foram todos esperar a banda chegar no aeroporto, com faixas, bandeiras... Todos ansiosos, nervosos e imaginando como seria o primeiro encontro com a Amy e Cia. Nos dividimos em dois grupos, já sabíamos em qual voo a banda estava e o horário de chegada. E a medida que o tempo passava, mais EvFãs chegavam e só pensava que não seria possível os integrantes saírem pelo portão de desembarque com tanta gente. Cada um que quisesse ter uma visão privilegiada, o melhor lugar e já estávamos perdendo o controle. 

Com bastante calma todos se juntaram e combinamos de fazer grupos de 10 em 10 para que quando a banda saísse fosse mais fácil para todos conhecerem (tinha dúvida se iriam manter esses grupos depois que vissem Amy) e pedimos que liberassem a saída do desembarque ficando todos na lateral. Enfim, estava tudo muito bem organizado e finalmente o voo chegou. Vários passageiros saindo e nada da banda. A grande maioria impressionado com a quantidade de gente com camisas do FC Evanescence Recife. Alguns até comentavam: “Eu vi a Amy no avião, eles estão desembarcando”, “tinham uns gringos, eles ficaram na aeronave”, “Minha nossa quanta gente...”. Quando o pessoal da produção começaram a sair, meu coração acelerou mais do que já estava acelerado. Tinha certeza que logo, logo estaria vendo Amy. Mas não acontecia, ninguém da banda saia. O que houve? Até que Rinaldson (membro do Evrec e funcionário de uma empresa aérea) chegou e contou que o grupo desceu do avião e foi direto pra van e indo para o hotel. Marina (funcionária da INFRAERO) também confirmou que viu Lee de longe e que já saíram na van. Olhei todos os grupos que ainda aguardavam ansiosos e respirei fundo – Bem não foi agora... quem sabe mais tarde? Amanhã? Ou no grande dia 11/10/12? Não perdemos mais tempo ali, tínhamos que achar o hotel em que o Evans estava. Eu, Anninha, Regina, Rinaldson e Felipe fomos nos melhores hotéis de Boa Viagem e nada. Nenhuma informação, nenhuma van parecida com a que Amy foi fotografada entrando até Anninha lembrar do hotel em que a seleção brasileira ficou hospedada devido ao jogo entre Brasil e China. Chegamos no Hotel Transamérica e já reconhecemos a van. Éramos os únicos que sabiam a onde os integrantes estavam, mas sabíamos também que não seria nada fácil conseguir falar com Amy depois do que aconteceu no Rio (fã que é fã sabe do que eu estou falando) e também por chegar de viagem, estar cansada, enfim. Poucos minutos depois, Terry aparece no hall do hotel para fumar e ao perceber os fãs tenta ficar por trás da van. Tarde demais Terry! Já te achamos. A dúvida que surgiu foi pra saber se a banda ficaria reunida no mesmo hotel ou separados e se eles iriam trocar de lugar já que foram descobertos. Terry terminou de fumar seu cigarro e dá um tchau pra nós. 


Vinte minutos depois chegaram Estevão, Myla, Valquir, Duda e João andando. Estevão fez a maldade de deixar o carro estacionado e fazer os meninos andarem de hotel em hotel de Boa Viagem até o Pina (kkkkkk) o ruim foi fazer o caminho inverso para buscar o carro. Firmamos um acordo de guardar segredo, além de manter a privacidade deles pensamos que seria mais fácil que a banda fosse tirar fotos por ter poucos fãs (risos). Já estava ficando tarde quando Beth (maquiadora) e Troy (guitarrista) aparecem descendo a rampa do hotel e vindo na nossa direção. OMG! Anninha pede para todos ficarem calmos e só falar se eles falarem. Eles nos cumprimentaram, deram boa noite e continuaram andando pelo que me parecia para tomar uma água de coco, caminhar no calçadão ou até mesmo para um restaurante ali próximo. Anna ficou acompanhando nas redes sociais todo o movimento e já estavam cogitando da banda ter ido para Porto de Galinhas (risos) e também abrindo o e-mail do EvRec li um e-mail da produção da Globo pedindo para entrar em contato. Ligamos e a mulher toda feliz pela ligação pediu que reunissem os fãs do Evanescence na frente do Hotel Transamérica no outro dia (10/10/12), às 16h. Opa! Como a Globo ficou sabendo? É a Globo, né?! Rsrsrs! Então, mandamos uma mensagem na rede social explicando que iriamos participar de uma entrevista, amanhã, às 16h e que estaríamos divulgando o local no mesmo dia, às 12h. Ficamos mais alguns minutos na frente do Transamérica e partimos pra descansar pra voltar no dia seguinte, às 10h.

[CONTINUA]

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

EvRec TOUR 2012 - SÃO PAULO #Parte 2/6

Pegamos um táxi e fomos pro Galeão aguardar nosso embarque para São Paulo. Ficamos sentandos nos bancos e Anninha deu um jeito de se acomodar ali e tirar uma soneca. Eu fiquei observando as poucas pessoas que circulavam no aeroporto e lembrando do quanto foi maravilhoso o dia. Lutava comigo mesmo para acreditar que tudo que estava vivendo era real. Um dia anterior em Recife, agora no Rio e no outro em Sampa. Pensei: "quando nós acreditamos nos nossos sonhos, apenas DEUS nos impede de realiza-los". E foi chegando a hora de fazer check-in, Anna acorda ainda sonolenta e desejando um Cappuccino (risos). Enquanto esperávamos no saguão, um voz de uma velhota fez eu e Anna dar boas gargalhadas - Voos paaara Curitibaah... (a voz dela era de alguém que acabou de acordar) e ficamos ali repetindo a velhota chamando os voos. O nosso voo saiu às 6h:48min com chegada às 8h em Congonhas. Durante a viagem de mais de uma hora, Anninha tirou outro cochilo no qual eu gravei (hilário) e depois voltei a me perder em pensamentos.


Anna nem quis saber do lanchinho. Assim que saímos pelo portão de desembarque fomos recebidos por um caloroso abraço de @JadeOhara. Caramba! Tão carismática! Ela estava lá com a sua mãe e aguardava por Amy... até perguntou se Lee estava no mesmo voo (risos). Depois Ananda (EvShadow) e Douglas (Deusas do Rock) se juntaram a nós. E Anninha finalmente pode tomar seu cafezinho e todos conversando animados. De Congonhas pegamos um ônibus e fomos para estação Liberdade e trocamos de metro na Sé e de lá fomos para estação Marechal Deodoro (não sei se foi assim, a memória está falhando rsrs). Detalhe: descemos uma estação antes (M Deodoro), a da Barra Funda onde os EvFãs devem descer para chegar no “Espaços das Américas”, local do show do Evanescence. Fomos para a casa dos tios de Anninha, amores de pessoas, que alegria... Amei. Banho tomado e dia de eleição o que fez eu e Cantarelli ir num colégio da esquina da casa dos tios dela para justificar os nossos votos. Sim, levei meu título de eleitor já que estaria fora da minha zona eleitoral (kkkk). Jamais imaginaria que iria justificar um voto por causa do show do Ev, mas você não precisa de fato descrever o motivo que era óbvio (estar fora da cidade que vota). Na volta reparei que tinha um lindo piano vertical na cor de marfim na casa, não resisti e pedi para tocar. Com a permissão fui logo tocando “All That I’m Living For”, “Lithium”, “BMTL (intro)”, “Your Star”... todas as músicas do Evans que aprendi a tocar.


Após o almoço (delicioso por sinal) fomos tirar um cochilo, pois já era mais de 13h e queríamos chegar cedo no local do show. Quando deitei me dei conta o quanto meu corpo estava cansado, mais de 35 horas acordado. Senti como se tivesse passado um segundo de olhos fechados e Anna já estava me acordado. Fiquei muito feliz em saber que tudo aquilo não era um sonho, eu ainda estava na casa dos tios de dela e logo mais teria mais um show do Evanescence para assistir. Como falei acima foi um pulo chegar até o local do show. Encontramos mais amigos em Sampa do que no Rio e algumas viajaram do Rio para São Paulo também. Foi muito bom rever minha amiga de infância Isabelle, pena que foi rápido, mas o suficiente pra assaltar o dinheiro para comprar um milho cozido rsrsrs (achei interessante o vendedor tirar todos os milhos e colocar num pratinho fundo com uma colher e depois adicionar sal e manteiga a gosto, pois é melhor que ficar mordendo o milho rsrs). Na fila estavam Naldo (EvShadow), Cenio (EvRockBrasil), Luh (na qual trocamos informações sigilosas e que também faz parte do EvRock Brasil rsrs), Feleex, Rai (Evan Atrium), Victor (IE), Wesley, Andrew (figuraço), Ítalo (EvRockBrasil), Thomas (Amy Lee Brasil), Yann... Muitos EvFãs. Dessa vez Cantarelli quis curtir o show de boa no fundão (soube aproveitar, hein? rsrs) e eu no meio dos EvFãs. Antes de separar tiramos fotos. 



Andrew chamava meu nome da pista e ao lado dele estava Larissa (finalmente te conheci rsrsrs *-*). Lembrei do primeiro show do Ev que fui, nesta mesma cidade (São Paulo), Maquinaria Festival 2009. Voltando a 2012...


No início do show estava bem atrás e no final encostado na grade (risos). Foi um empurra-empurra triste, os EvFãs estavam loucos ao ver Amy e Amy por estar em Sampa. Foi demais! A banda mais uma vez detonou... E no final do show eu estava bem cansado.


Tiramos mais fotos e a turma combinou de ir pro barzinho ou restaurante comer uma pizza, trocar mais ideias, porém Eu e Anna pegamos o beco, ou melhor, o metro, mas se bem que ficamos do lado de fora vendo se encontrava alguém e nada. Voltamos pra casa dos tios, dormimos algumas horas e saímos de 4h:30min pra Barra Funda e de lá para Guarulhos onde nosso voo partiu às 7h:10min e chegamos no Recife às 10h:08min. #FuckYeah

[CONTINUA]

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Anna Lee conta como foi o show do Evanecsnce em Los Angeles

Acabou de fazer uma semana que fui ao show do Evanescence em Los Angeles e só agora consegui parar, respirar fundo e pensar: foi tudo real! Muito obrigada meu Deus! Amanhã é thanksgiving (ação de graças) aqui, para os americanos tem um sentido, mas para mim hoje, eu agradeço por este show incrível! Após todas as aventuras de Meeting & Greeting. Na hora combinada estávamos lá na fila da entrada dos fundos, onde Richie apareceu mais uma vez para checar se todos eram os mesmos da lista e deixar ter acesso cinco minutos antes de todo mundo entrar. "Dada a largada" passamos pela segurança normal onde checaram bolsas e o local que cada um deveria assistir o show e foi colocada a pulseirinha de cada um, no caso a minha e do Vinny era da área VIP (grade). Nos acomodamos calmamente e como tudo aqui é super organizado e as pessoas respeitam tudo (se não o segurança vem e expulsa mesmo!). Esperei uns minutos e fui na bilheteria deixar o ingresso da minha amiga e voltei de boa para meu local pedindo licença, pois todos respeitam isso e não empurram, o segredo é ao sair avisar que vai voltar! Enfim, isso foi perfeito... Pois, me permitiu ir e vir, seja para ir ao banheiro retocar a makeup ou ao bar. No caso eu saí para buscar minha amiga Monique e a amiga dela quando chegaram e lógico que elas não podiam se encaixar aonde Eu e Vinny estávamos, pois chegamos cedo e isso de guardar lugar num rola aqui, viu?! A banda de abertura era legal, mas meu coração queria mais e mais Evanescence, o ensaio com duas músicas foi um "aperitivo!
Finalmente apagou a luz, desceu o painel com o nome Evanescence e lá estavam eles: a Jen na minha frente meio a esquerda, Tim exatamente na minha frente, assim como o Will, Amy na minha frente a direita e Troy mais à direita. Never Go Back inicia eletrizante! Seguido de Going Under onde todos cantaram! Depois foi What you want, outro single cantado a plenos pulmões. Pouco depois o piano estava no palco para Lithium, My Heart is Broken e Lost in Paradise. Ah! Desta vez eu não chorei, hein?! Hahaha! O piano se foi e FINALMENTE eu ouvi pela primeira vez New Way to Bleed ao vivo! Valeu Evan!! Amo está música nas duas versões (do CD Deluxe e da Trilha sonora de Os Vingadores!!!!!). Rolou Made of Stone com perfeição vocal que parecia o CD, notei que quando a Amy atingia certa notas difíceis, o pessoal explodia em aplausos! Oceans foi a seguinte (eu nem curto tanto) e na sequência foi a vez de sentarem na cadeira: Jen, Amy e Troy para o cover do Led Zeppelin (Going to California) emendando em My Immortal numa versão linda e bem íntima! Depois tudo voltou ao normal com algumas músicas do Fallen e The Open Door, mas O WILTERN VEIO ABAIXO na hora de Bring me to Life, claroooooo! Perfeito demais! A banda se despediu, saiu e voltou para o "bis" como falamos! As músicas escolhidas foram All That I'm Living For e Erase This. Ahhh Vinny gritou em português no momento certo: O Brasil te ama! E a Amy sorriu ainda cantando, isso foi demais, pois antes de iniciar Erase This ela aproveitou para agradecer aos amigos que estavam lá, agradeceu aos Fãs do México (nossos amigos do M&G) e AOS DO BRASIL que estavam lá. E ela olhou pro lado esquerdo, exatamente aonde o NÓS estávamos!!!!!! Bom sei que tinham outros brasileiros lá, mas no M&G era apenas eu e o Vinny, estão entendemos que o agradecimento era pra gente?! Mal sabe ELA que nós que agradecemos a ela por fazer parte de nossas vidas! E é para sempre!

Anna Lee






Leia sobre o M&G com o Evanescence, AQUI!

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Voltando ao foco da mídia!

Com as novas apresentações da banda e grande expectativa de novos shows, Evanescence está voltando a ter seu espaço na mídia.

Nas últimas semanas temos visto diversos sites falando sobre o retorno de um hiato que já durava desde 2012. E não demorou muito para que os fãs se unissem para pedir mais shows. Isso tem ocorrido em diversas cidades em todo o Brasil.

O crescimento destes "eventos" foi tanto que um blog chegou até a publicar uma matéria citando algumas cidades que já tentam juntar amigos e fãs para conseguirem trazer um show da banda.

"Já existem diversos grupos no Facebook em que fãs estão pedindo apresentações da banda em diversas capitais do Brasil para o ano de 2016. Algumas destas cidades nunca tiveram a apresentação da banda, porém, outras como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife estão fazendo o máximo para juntar cada vez mais fãs da banda e mostrar o potencial de suas cidades."

Para nós, fãs da banda, resta apenas esperar e confiar no que Amy disse: "México, Brasil, eu amo muito vocês e nos veremos numa próxima. Não levará tanto tempo dessa vez. Eu prometo..."

Para você que quer dar uma força aos eventos no Facebook:
Evento Brasil;
Evento Recife;
Evento São Paulo;
Evento Rio de Janeiro.

sábado, 21 de novembro de 2015

Anna Lee fala sobre o M&G em Los Angeles (17/11/15)

Olá, EvRecs!!!
A animação após o show de Los Angeles ainda está muito forte dentro de mim! Quem dera ter ido à todos os shows aqui nos EUA?! Inicialmente, eu iria com o Vinny apenas no show de Dallas, por ser num domingo e onde geralmente não trabalho. Com a mudança de trabalho acabei indo para Los Angeles, algo mais que especial para mim, afinal morei na cidade um ano e estudei no Cinema Makeup School, localizada no mesmo prédio do The Wiltern, local do show em LA. Cheguei na cidade antes do Vinny que estava no show de Dallas. A ansiedade só aumentava!!! Visitei amigos, trabalhei, refiz contatos importantes e passeei. No dia do show cumprimos o pedido especial da equipe de chegar no máximo 14h:30min para aguardar a chamada da lista VIP do M&G. Ficamos esperando por uma hora até nos chamarem juntos aos fãs do México e de outros lugares, pelo que notei a maioria dos EUA mesmo.



Entramos ao som de Call Me When You're Sober que deu pra ouvir da ante-sala, logo depois entramos de vez na maravilhosa área do show, no máximo 30 pessoas incluindo a banda, técnicos de som, segurança e a Betty. Incrível! Parecia uma filme perfeito! O nome Evanescence no fundo do palco, todos posicionados nos olhando entrar e ficar de frente, paralisados enquanto a Amy Lee nos dava as boas-vindas! Iniciaram os acordes de "All That I'm Living For" onde me desculpem, os únicos dançando e se movendo animados era Eu e o Vinny! Todos aplaudiram ao final e a Amy perguntou pra banda: uma lenta agora? Que tal "Lost in Paradise"? Eu não aguentei e chorei um pouco emocionada, tenho uma história pessoal com esta música. Depois nos organizaram em uma fila para a banda ir passando por nós e conversando com todos de boa, tranquilamente. A Amy sendo a primeira e eu tentando não ficar nervosa falei que era do Recife, que meu nome artístico era Anna Lee (e dei meu cartão), ela riu, falei mais umas coisinhas, ela elogiou a minha meia de caveira e seguiu, pois o segurança estava mandando seguir... A última coisa que ela falou foi: vamos voltar ao Brasil! Depois dela foi o Tim, que eu já havia visto e dado um "hello" do lado de fora. Perguntei se ele lembrava das praias do Recife, ele disse que amou e quer voltar logo!


Nisso o Troy ao lado já foi entrando na conversa. Hahaha!!! Todos falando do Brasil e Recife! E me deu uma paleta autografada! Na vez do Will foi quase que ao mesmo tempo ele e a Jen, eu fui logo falando que ambos postaram no Facebook minha foto do local do show e agradeci, eles falaram que a foto era linda, bem tirada! Hahaha!



Contei pro Will que era do Recife, ele disse que não curtiu nada da cidade, pois teve infecção intestinal, bichinho! Eu falei que ele é um bom amigo do face que curte tudo meu, talvez por eu morar na Florida, pois ele também mora na Florida! Ele riu e falou: somos vizinhos, eu moro em Orlando! Nisso a Jen que ainda estava meio que ouvindo a conversa e ainda falando com o Vinny, virou e disse: quero muito ir ao Brasil! E olhou meu brinco e surtou!!! aííí que lindoooooo! Peguei um e dei, ela colocou na hora!!!!! Depois aguardamos o fim dos papos com todos e um a um fomos tirar fotos, o segurança tirando onda dos celulares e tal, se animou comigo e tirou logo duas fotos! Eu me posicionei entre a Amy e o Will, senti minha mão gelada tocar nela e pedi desculpas, ela disse: imagina!!!!




Agradeci e desejei bom show à todos! E Jen gritou, tocando no brinco: vou usar!!! E eu: yeah girl!!! Ainda estava por lá quando ví que o celular do Vinny morreu na hora da foto, corri pro Richie rindo  e falando alto - WAAAIT!!! Ele é meu amigo, use o meu!!! E ouvi alguns da banda rindo disso! Demais! Após isso foi sair e fazer o que quiser até às 18h:20min, voltar pro local do backstage que saímos para entrar novamente! Incrível!!!


No próximo eu conto do show!!! Bjos!!!